Ergonomia aplicada ao trabalho: conheça os benefícios

redacao | 18 julho, 2017

Com o mercado de trabalho cada dia mais competitivo, muitos profissionais se submetem a rotinas estressantes em seus serviços em busca de eficiência e destaque profissional.

Diante de longas horas de atividades, surgem problemas e doenças que podem atrapalhar o desenvolvimento das tarefas e põem em risco a saúde física dos funcionários, já que a produtividade está diretamente ligada à qualidade de vida e bem-estar.

É diante deste cenário que a ergonomia aplicada ao trabalho se destaca, sendo uma área de extrema importância em empresas de todos os setores, contribuindo diretamente para o sucesso do negócio.

 

Ergonomia aplicada no trabalho

A ergonomia é uma área que lida com a interação entre o homem e seu ambiente de trabalho, procurando desenvolver ajustes no espaço e dinâmicas que proporcionem segurança e bem-estar aos colaboradores.

Alguns desses ajustes estão relacionados ao planejamento do ambiente como: ajustes de iluminação, som, tipos de cadeiras, disposição e altura das mesas, entre outros.

Outras dinâmicas estão ligadas a pausas, alongamentos, relaxamentos e atividades de lazer durante a jornada de trabalho.

 

Previne problemas físicos

Uma das responsabilidades de um técnico em ergonomia no trabalho está relacionada ao planejamento de um ambiente confortável e de acordo com a estrutura de seus funcionários.

Seja para quem trabalha em pé ou sentado, é necessário investir em mobiliários adequados, confortáveis e bem dispostos no ambiente para garantir um equilíbrio do organismo dos colaboradores de modo geral.

Durante a jornada de trabalho, eles podem prevenir o aparecimento de problemas físicos e dores no corpo decorrentes de cansaço, má postura e tensões.

 

Diminui o estresse

O desenvolvimento de dinâmicas como atividades de lazer, relaxamento e pausas durante o período de trabalho, diminuem o estresse de funcionários.

O estresse é atualmente uma das maiores causas de problemas de saúde, contribuindo não só para o desgaste mental, como também o desenvolvimento de outras doenças.

A ergonomia aplicada ao trabalho por meio dessas técnicas, ajuda os trabalhadores a desviarem o foco de suas atividades em momentos estratégicos, descansando a mente e dinamizando a rotina  para que consigam realizar suas tarefas com qualidade e eficiência.

 

Controle dos gastos

Seja por estresse ou problemas físicos, muitas empresas sofrem com afastamentos e substituições de funcionários, o que interfere diretamente no lucro.

A ergonomia aplicada ao trabalho tem a função de prevenir esses problemas e promover mudanças que proporcionem o bem-estar e uma ótima experiência aos colaboradores no desenvolvimento das tarefas.

Evitando a contratação de substitutos, as empresas podem manter um equilíbrio nos gastos, de forma que consigam desenvolver estratégias para aumentar o lucro e se destacarem no mercado.

Garante a produtividade

Dados da Associação Brasileira de Ergonomia (ABERGO) mostram que a produtividade está diretamente relacionada ao bem-estar e a qualidade de vida. Funcionários que se sentem bem mentalmente e fisicamente, conseguem aumentar a produtividade durante a execução de tarefas.

A ergonomia aplicada ao trabalho evita o aparecimento de problemas e doenças, o que consequentemente, reduz o número de ausências, contribuindo para que a empresa consiga manter um bom ritmo de trabalho e cumpra os prazos propostos pelos clientes.

O mercado de trabalho tem mostrado grandes oportunidades de trabalho no setor, sendo importante se especializar, realizando um curso técnico em ergonomia.

Profissionais capacitados e que conseguem propor mudanças que vão garantir o bem-estar de funcionários, e consequentemente, o sucesso das empresas, terão carreiras de sucesso.